Como escolher uma batedeira planetária 


Por Fabiane Del Nero

Publicação: 17/03/2021

 

Batedeira planetária é sonho de consumo. Mas você não sabe como escolher?

As batedeiras planetárias já estão no mercado há muito tempo, porém ainda são o sonho de consumo de muita gente.

Além de um design bonito, essas batedeiras possibilitam maneiras infinitas de preparar receitas e confeitos. 

Antes de você comprar um aparelho, descubra que é importante avaliar alguns aspectos e pontos sobre esses aparelhos. E chegou o momento de te mostrarmos como escolher o modelo ideal para atender as suas necessidades.

Na realidade esse não é um processo difícil, mas são pequenos detalhes que fazem a diferença. Isso porque, dependendo da forma de uso, é necessário optar por um modelo mais potente, ou então maior e assim por diante.

Por isso, a seguir você encontra todas as características mais importantes nesse tipo de batedeira. 

Como ecolher uma batedeira planetária

Descubra as principais características que devem ser observadas na hora de escolher uma batedeira planetária:

1. Potência

O motor é a alma de qualquer batedeira planetária e é o responsável pela potência no qual esse produto irá funcionar.

No geral as batedeiras desse tipo são confeccionadas com potências que variam entre 400 e 600 watts e qual escolher depende da sua forma de uso.

As menos potentes são indicadas para um uso mais doméstico e para quem costuma bater receitas mais leves e até médias.

Por outro lado, as que possuem potência mais alta são ideais para uso profissional e para preparos mais pesados e que requerem um motor melhor. 

2. Velocidades

É bastante comum que a batedeira planetária funcione com uma boa quantidade de velocidades e normalmente são encontradas entre 6 e 10 opções.

As mais avançadas podem funcionar com até 12 velocidades, mas essas são as menos comuns. 

Esse fator é importante pois nem todas as receitas podem ser batidas em velocidades muito altas e assim é possível adaptar a intensidade desse trabalho de acordo com a necessidade. 

3. Capacidade

Outro critério que faz a diferença na utilização desse produto é a sua capacidade, que está diretamente relacionada ao tamanho da tigela.

Pode-se encontrar nas batedeiras planetárias recipientes com capacidades que começam em 3 litros e podem chegar a até 6 litros.

Nesse caso deve-se avaliar o tamanho das receitas que se costuma fazer. Para preparos menores os modelos com tigela de 3 litros são mais do que suficientes.

Porém quem bate receitas maiores e até faz um uso profissional desse item os recipientes grandes são as mais recomendadas.

4. Material

O material no qual a batedeira planetária e a sua tigela são confeccionadas interferem diretamente na durabilidade e resistência desse produto. A maioria dos modelos é produzida em plástico ou metal.

As opções feitas em plástico são as mais baratas e possuem um design simples, mas eficiente. O ponto negativo é que elas estragam com maior facilidade. Já as batedeiras desenvolvidas em metal, tal como o aço inox, possuem uma alta durabilidade e contam com uma aparência mais sofisticada. Porém, custam mais caro.

5. Acessórios

Praticamente todos os modelos de batedeira planetária acompanham três batedores que servem para massas leves, médias ou pesadas. Cada batedor tem um formato diferente e uso específico, são eles:

Batedor: com formato mais tradicional e conhecido, é usado para bater massas de bolo, clara em neve, chantilly e glacê. Geralmente a mistura não requer muita força.

Raquete: o formato lembra a de uma raquete de tênis. Ela tem menos hastes, mais grossas e firmes se comparado com o batedor. Por isso, é usada para bater massas mais pesadas, como biscoitos, massas amanteigadas e massa podre, por exemplo.

Gancho: como o próprio nome diz, tem o formato de gancho bem firme e grosso, típico para bater massas de pão, pizza ou pastel.

Porém, alguns modelos de batedeira planetária vêm ainda com outros acessórios que podem ser interessantes. Um exemplo disso é a espátula, que facilita no momento de retirar o preparo da tigela.

Há também opções com tampas anti respingo, que funcionam como uma barreira para que os ingredientes não sujem a parte de fora do produto.

6. Tamanho

A batedeira planetária é encontrada em diferentes tamanhos e existem versões mais compactas e outras maiores.

Antes de adquirir uma dessas é importante avaliar quais as dimensões que mais se adequam ao espaço disponível.

Para cozinhas e armários pequenos os modelos menores são os mais indicados, enquanto que para os espaços maiores as grandes são uma ótima escolha. 

7. Ponto de contato ou toque

A grande diferença de uma batedeira planetária para uma batedeira comum é o sistema de rotação do batedor, ou seja, da pá que gira e se aproxima da borda do bowl. Além da rotação sobre o próprio eixo, o batedor se move em diversas direções, em órbita. Para você entender melhor, veja o desenho abaixo que exemplifica o movimento de rotação da pá durante o giro completo do bowl, neste caso com apenas 16 pontos de contato.

Vale dizer que os modelos mais simples apresentam menos pontos de contato, enquanto os modelos mais completos chegam a ter 59 pontos de contato, permitindo obter uma massa mais homogênea. Esse ponto deve ser levado em conta, juntamente com a potência do motor, pois juntos, serão responsáveis pela performance da sua batedeira.

Quais os diferenciais de uma batedeira planetária?

Nem todo mundo conhece as vantagens de uma batedeira planetária, mas se soubesse delas com certeza iria querer uma em casa.

A verdade é que quem trabalha com gastronomia, principalmente na área de confeitaria, não abre mão desse produto. Isso porque ele é muito completo, versátil e eficiente, facilitando demais o preparo dos alimentos.

Basicamente uma batedeira planetária trabalha com alta potência e conta com batedores que realizam movimentos que alcançam todas as partes da tigela. Graças a isso, consegue executar todo o processo de bater a receita sem precisar ser direcionada.

Essa por si só é uma grande vantagem, pois basta inserir os ingredientes e deixar que a batedeira os misture. Além disso, por conta desse movimento, que lembra o que o planeta Terra faz ao redor do Sol, o resultado é o de uma massa muito mais homogênea e consistente, criando um resultado final de qualidade superior.

Outro ponto positivo é que esse tipo de batedeira vem com diferentes batedores para que consiga da melhor maneira preparar as receitas. Nela há ainda protetor contra respingos e uma boa quantidade de velocidades, sem falar no design, que costuma ser muito diferenciado e bonito.

Guia Seletos: faça a escolha certa para você

Você ainda está na dúvida e não sabe qual modelo escolher?

Para ajudar você, nós fizemos uma lista com os melhores modelos do mercado.

Confira o Guia das melhores batedeiras planetárias

Perguntas frequentes

Apesar da batedeira planetária ser muito famosa no universo da gastronomia, muitas pessoas ainda têm diversas dúvidas a respeito dela. Por isso, a seguir reunimos as perguntas mais comuns sobre esse produto e vamos responder cada uma delas.

O que é uma batedeira planetária?

A pergunta mais simples sobre a batedeira planetária é também uma das mais feitas pelos consumidores e agora chegou o momento de respondê-la.

A batedeira planetária possui batedores que realizam movimentos de rotação e translação, girando ao redor do seu próprio eixo e da tigela. Dessa maneira, ela consegue criar massas uniformes com maior agilidade.

Além disso, esse tipo de batedeira tem uma alta potência e não precisa ser movimentada com as mãos para realizar o trabalho, funcionando quase que de maneira automática.

Qual a diferença da batedeira comum para a batedeira planetária?

Há uma lista bastante grande diferenças entre a batedeira planetária e a comum.

A batedeira comum é bastante recomendada para um uso doméstico, sendo menor e mais portátil.

Ela é ideal para bater massas leves, claras em neve e chantilly, tendo uma potência mais baixa. Outra característica é que esse modelo costuma vir acompanhado de um ou dois batedores em apenas um formato e custa mais barato.

Já a batedeira planetária pode ser usada de maneira doméstica, mas sua maior recomendação é para uso profissional. A principal vantagem dessa opção é que ela consegue bater até mesmo massas mais pesadas e vem com três tipos de batedores para as mais variadas receitas.

O design desse tipo de batedeira é mais robusto e ela costuma ser maior e mais pesada, além de funcionar com alta potência. 

Header

Batedeira comum

Batedeira planetária 

Tipo de uso

Doméstico

Doméstico ou profissional 

Indicação

É ideal para massas e receitas leves como bolos e cremes

Pode ser usada com massas leves, médias ou pesadas, além de cremes

Potência 

Baixa a média

Alta

Batedores 

1 ou 2

No mínimo 3

Velocidades

Por volta de 3

Entre 6 e 12

Para que serve cada batedor da batedeira planetária?

Toda batedeira planetária é composta por, no mínimo, três batedores que podem ser usados para o preparo de inúmeras receitas. Esses batedores são chamados de globo ou fouet, raquete ou pá e gancho, sendo que cada um tem a sua indicação. 

  • Globo / Fouet: O batedor desse tipo deve ser usado para bater massas leves, cremes, claras em neve e molhos.
  • Raquete / Pá: Esse é indicado para massas de peso médio como as de cookies e tortas.
  • Gancho: É o mais recomendado para massas pesadas como as de pães, pizzas e panetones.

O que fazer na batedeira planetária?

A batedeira planetária é sinônimo de versatilidade e pode ser utilizada para o preparo de muitas receitas.

Com ela é possível fazer chantilly, cremes, molhos, bolos, tortas, pães, biscoitos e muito mais. Justamente por isso essa é a batedeira mais encontrada nas cozinhas profissionais. 

Como usar a batedeira planetária?

Usar uma batedeira planetária é bastante simples e praticamente não há segredos para preparar deliciosas receitas nela. Para isso basta seguir o passa a passo que preparamos.

  1. Coloque a sua batedeira em uma superfície plana e firme.
  2. Selecione o tipo de batedor ideal para o que você irá preparar e pegue a tigela.
  3. Insira os ingredientes dentro da tigela de acordo com a receita. Caso você tenha uma tampa antirrespingos a coloque antes de começar a bater.
  4. Em seguida encaixe bem a tigela na base da batedeira, coloque o batedor escolhido na cabeça do aparelho e o abaixe.
  5. Ligue a batedeira na tomada e selecione a velocidade desejada para que ela comece a funcionar.
  6. Deixe os ingredientes batendo até que a massa ou creme fique bem homogênea.
  7. Após terminar o preparo desligue a batedeira e retire os componentes móveis, que são o batedor e a tigela.
  8. Limpe tudo e guarde o produto. 

O que achou desse artigo?

Média da classificação 5 / 5. Número de votos 8

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar esta postagem.

Fabiane Del Nero

Fabi, uma das fundadoras do projeto Seletos, é apaixonada por tecnologia, novidade, criatividade e inovação. E encara esse desafio a 100%. Dona de uma opinião direta e sincera, agrega valor e conteúdo de qualidade ao projeto Seletos.

Você tem alguma dúvida? Sugestão? 

Deixe seu comentário para nossa equipe.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>
error: Alert:O conteúdo está protegido !!