Como escolher um ferro de passar 


Por Fabiane Del Nero

Publicação: 11/03/2021

 

Saiba como escolher o ferro de passar ideal

Considerado um dos eletrodomésticos mais essenciais, o ferro de passar é o único produto que consegue com eficiência desamassar qualquer tipo de roupa, deixando-a pronta para uso. 

Porém, nem todos os modelos apresentam um funcionamento satisfatório com capacidade de executar com perfeição essa função.

Hoje, existe no mercado uma grande quantidade de modelos e marcas do produto, com diversas especificações técnicas.

Sabendo disso, para descobrir quais são as melhores opções nessa categoria de produtos, analisamos uma série de fatores a serem observados. 

A seguir, vamos descrever, com detalhes, cada um deles.

Principais aspectos para escolher um ferro de passar roupas

Procuramos analisar todas as características que devem ser observadas na hora de escolher um bom produto. São eles:

1. Potência

A potência indicada em um ferro de passar está diretamente ligada à quantidade gerada de calor. Ela é que remove, com maior precisão, as dobras ou amassados nos tecidos, em menor tempo e repasse necessários. Por outro lado, lembre-se de que quanto maior a quantidade de Watts maior será o consumo de energia elétrica na sua casa.

Os modelos encontrados no mercado podem variam entre 1.100 e 2.200 Watts.

Se o uso do ferro é para algo básico, que não necessite de muito calor, os modelos com menos de 1.500 watts podem cumprir bem esse papel.

Entretanto, se você busca um modelo que consiga passar aquelas dobras mais teimosas, vale a pena investir em um modelo com potência superior a 1.800W, pois são os modelos que produzem mais vapor e calor para auxiliar na tarefa doméstica.

2. Material da base

A base do ferro de passar roupa é uma das suas partes mais importante, porque está em contato direto com os tecidos. Ela pode ser confeccionada em diferentes materiais e os mais comuns são em aço inoxidável, alumínio e cerâmica, que contam com características bem diferentes.

  • Aço: Os ferros com base em aço apresentam uma alta capacidade de deslizamento e conseguem muito bem transferir o calor. O ponto negativo é que eles riscam com bastante facilidade.
  • Alumínio: As bases em alumínio são encontradas nos modelos mais baratos. O seu deslizamento sobre as roupas não é tão bom, e é necessário tomar bastante cuidado com as estampas, pois elas costumam grudar nesse material. 
  • Cerâmica: As opções com base em cerâmica são as mais modernas, e essa matéria-prima apresenta alta durabilidade, possui mínima chance de riscar e consegue transmitir o calor com eficiência.

3. Presença de revestimento antiaderente

Outro fator relacionado à base do ferro de passar é se conta com revestimento antiaderente. Nem todos os modelos trazem esse diferencial, mas não se preocupe, pois nem sempre isso é negativo. 

O grande defeito do antiaderente é que ele risca muito facilmente e não desliza tão bem sobre a roupa.

Então, vale mais a pena investir em uma base de cerâmica, por exemplo, do que em um ferro de alumínio com antiaderente.

4. Temperatura

Normalmente os ferros de passar funcionam com diferentes faixas de temperatura para que consigam se adequar a todos os tipos de tecido.

As opções mais simples possuem uma variação de calor pequena, com apenas temperaturas: baixa, média ou alta. Essas acabam não sendo uma boa escolha para quem tem peças em diferentes materiais, pois nem sempre serão eficientes.

Por isso, o ideal é que o produto conte com pelo menos seis variações de temperatura, assim haverá maior possibilidade de escolha.

E se você pensa que para comprar um bom ferro de passar basta analisar aqueles quatros fatores, está muito enganado. Existem outros critérios a serem checados, são eles:

5. Com fio ou sem

Atualmente uma das maiores facilidades é que é possível encontrar ferros de passar com ou sem fio.

Os modelos com fio são os mais básicos e tradicionais, porém não dão uma liberdade de movimentação tão grande e sempre devem ser usados próximos à tomada.

O ponto negativo dos sem fio é que custam um pouco mais caros, mas, são muito mais práticos, porque podem ser levados a qualquer lugar.


6. SISTEMA DE LIBERAÇÃO DE VAPOR

Caso a escolha seja por um ferro a vapor é interessante verificar quais são os recursos de liberação desse vapor.

Alguns modelos apresentam saídas extras que ajudam a desamassar a roupa.

Outros têm vapor na vertical que possibilita, até mesmo, passar peças nos cabides. Esses recursos podem facilitar o seu dia a dia, então, não deixe de analisá-los. 

7. TAMANHO DO DEPÓSITO DE ÁGUA

Ainda falando sobre os ferros de passar a vapor, sempre verifique qual é o tamanho do seu depósito de água. Opções com depósito pequeno precisarão sempre serem reabastecidas, perdendo na praticidade.

Por outro lado, os com depósito muito grande ficarão mais pesados para o uso. Logo, dê preferência aos ferros com depósito entre 200 e 300ml.

8. PORTABILIDADE

Se você costuma viajar bastante e não quer usar peças amassadas, invista em um ferro de passar portátil. Existem alguns modelos com cabo dobrável e que são ideais para viagens.

 Todos eles são bivolt e, dessa maneira, podem ser ligados em qualquer tomada. 

9. Peso

Por fim, a última característica para você checar é o peso do ferro de passar.

Esse critério pode não fazer tanta diferença para quem passa uma ou duas peças por vez, mas quem utiliza esse eletrodoméstico com intensidade, com certeza, irá se incomodar, caso ele seja muito pesado.

Portanto, sempre prefira os modelos com menos de 2 kg, pois quanto mais leves forem, melhor será.

Ferro seco ou a vapor: Qual escolher?

Basicamente existem dois tipos de ferro de passar que podem ser adquiridos, os com funcionamento a seco e os a vapor.

Os modelos a seco são os mais tradicionais e por muito tempo eram os únicos disponíveis. Esses possuem um valor bastante acessível e têm como vantagem não utilizar nenhum líquido para passar, sem a necessidade de ficar repondo a água do reservatório.

Outro ponto positivo do ferro a seco é que ele é ideal para peças de tecidos como seda, que não devem ser passadas a vapor. A desvantagem é que essa opção gasta mais energia e possui maior dificuldade em desamassar roupas muito amarrotadas.

Já os ferros a vapor são os mais modernos e conseguem, com alta eficiência, retirar todo tipo de amassado das peças, não deixando para trás nem os vincos mais marcados. Ele também gasta menos energia e passa as roupas com maior agilidade, além de existirem modelos que podem também ser usados a seco.

O ponto negativo é que seu preço é mais alto e é necessário sempre verificar o nível de água no reservatório para usá-lo.

Guia Seletos: faça a escolha certa para você

Você ainda está na dúvida e não sabe qual modelo escolher?

Para ajudar você, nós fizemos uma lista com os melhores modelos do mercado.

Confira o Guia dos melhores ferros de passar

Perguntas frequentes

Por mais que o ferro de passar seja um eletrodoméstico muito conhecido, ainda existem algumas dúvidas mais comuns que tentaremos respondê-las para você.

Como limpar o ferro de passar?

À medida que o ferro de passar roupa vai sendo utilizado, a sua base vai adquirindo sujeira, e esse é um processo que ocorre com quase todos os modelos desse produto.

O lado bom é que essa sujeira é muito simples de ser eliminada e existem diversos truques que podem ser usados para limpar o ferro de passar. Vamos te ensinar dois deles.

Limpando ferro com antiaderente:

  1. Encha metade de um copo com água e misture com metade de outro com vinagre.
  2. Passe essa mistura com o lado amarelo da esponja na base do ferro morno até retirar toda a sujeira.
  3. Remova o excesso dela com um pano úmido e deixe secar. 

Limpando ferro a seco sem antiaderente:

  1. Espalhe um pouco de sal sobre a tábua de passar roupa.
  2. Ligue o ferro e o deixe aquecer em alta temperatura.
  3. Quando estiver quente, passe o ferro sobre o sal fazendo movimentos de vai e vem. Esse calor irá derreter o sal que conseguirá remover a sujeira da base desse eletrodoméstico.
  4. Quando toda a sujeira tiver saído, desligue o produto e o deixe esfriar.
  5. Por último, passe sobre ele um pano úmido.

O que fazer quando o ferro de passar roupa vaza água?

Os ferros a vapor são cheios de vantagens, porém existem algumas situações em que eles começam a vazar água e fazem uma verdadeira bagunça. Isso pode acontecer por dois motivos principais e, felizmente, não costuma ser difícil resolver esse problema.

Em alguns casos o ferro passa a vazar água porque está sujo e, para fazer com que isso não ocorra, você pode executar as etapas de limpeza que explicamos acima ou, então, checar no manual como limpar o seu modelo.

O uso deste eletrodoméstico em uma temperatura muito baixa também pode fazer com que ele vaze água, pois não haverá calor suficiente para criar o vapor. Dessa maneira, basta elevar um pouco a temperatura no termostato e ver se o problema para.

Se mesmo após testar essas soluções a situação persistir, tente deixar o ferro se aquecendo na posição vertical por um tempo. Assim, as chances da água não ter se transformado em vapor e vazar é menor.

Caso nenhuma dessas dicas for eficiente, entre em contato com a assistência técnica da fabricante do seu ferro de passar roupa. Assim, a própria empresa poderá te orientar sobre o que fazer com o produto. 

O que achou desse artigo?

Média da classificação 5 / 5. Número de votos 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar esta postagem.

Fabiane Del Nero

Fabi, uma das fundadoras do projeto Seletos, é apaixonada por tecnologia, novidade, criatividade e inovação. E encara esse desafio a 100%. Dona de uma opinião direta e sincera, agrega valor e conteúdo de qualidade ao projeto Seletos.

Você tem alguma dúvida? Sugestão? 

Deixe seu comentário para nossa equipe.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>
error: Alert:O conteúdo está protegido !!