Como escolher um micro-ondas 


Por   Steven Cohen

Publicação: 19/03/2021

 

Micro-ondas: aparelho inseparável no dia-a-dia

O micro-ondas é um produto extremamente útil para a preparação dos mais variados tipos de pratos, ferver líquidos, além de deixar o dia a dia na cozinha muito mais prático, já que é bastante usado para aquecer e descongelar os alimentos de maneira simples e segura.

Atualmente, esses aparelhos estão reunindo cada vez mais funcionalidades. Além da tradicional pipoca ou descongelar a refeição de todos os dias, é possível preparar pratos comuns do cotidiano, como arroz, feijão e legumes, pratos especiais como strogonoff e lasanha, e também sobremesas, como brigadeiro e até pudim de leite.

Alguns fabricantes disponibilizam também pequenos livros com receitas que podem ser preparadas no nesse tipo de aparelho com total praticidade e facilidade.

Há ainda uma outra possibilidade de uso do micro-ondas que nem todos conhecem: esterilizar com eficiência e segurança qualquer objeto não metálico. Assim, ele é muito útil para desinfetar objetos muito utilizados na cozinha e que podem acumular bactérias, como as tábuas de carne e as colheres e espátulas de silicone, por exemplo.

Uma outra vantagem é que esse aparelho apresenta um consumo bem menor quando comparado ao forno elétrico e ainda minimiza os riscos de queimaduras em relação ao preparo de alimentos no fogão.

Hoje em dia alguns micro-ondas vêm equipados com o grill, o que pode ser de grande ajuda para preparar alimentos de maneira mais saudável, já que dispensa grandes quantidades de óleo e afins.

A seguir você pode acessar informações mais detalhadas sobre esse produto, além de conhecer os principais aspectos a serem observado para fazer uma boa escolha.

Como escolher seu micro-ondas? 7 pontos a serem observados

 Para escolher o melhor aparelho para você, considere a frequência que irá utilizá-lo, se você mora sozinho ou tem uma família numerosa, quais as funções que mais usa e o espaço que você tem disponível para acomodá-lo. Também vale a pena escolher um modelo que possua o consumo mais eficiente de energia.   

1. Potência

Uma dos primeiros aspectos a se observar é a potência do aparelho que você pretende adquirir. A potência é o fator que determina o funcionamento do aparelho.

Além disso, quanto mais potente for, mais rápido ele irá descongelar e cozinhar os alimentos.

Quem não utiliza esse tipo de eletrodoméstico com muita frequência, ou faz uso apenas para descongelar e aquecer os alimentos pode adquirir um modelo com potência mais baixa, entre 600 a 800 watts, por exemplo.

Para preparos mais elaborados, escolha um modelo com potência entre 850 e 1200 watts.

2. Funcionalidades

A maioria dos aparelhos possui funções básicas para facilitar e simplificar o preparo das refeições, como receitas pré-programadas, função de temporizador, trava de segurança, início rápido, entre outras.

Contudo, algumas marcas apresentam funcionalidades adicionais, como menu especial para crianças ou facilidade no preparo de pratos lights.

Assim, considere a opção que traga mais funções que sejam convenientes para você e sua família.

3. Capacidade

Para quem mora sozinho ou em casal, o ideal são modelos com capacidade de até 20 litros.

Mas caso sua família seja maior, os modelos que apresentam capacidade a partir de 30 litros são os mais indicados.

Para escolher a capacidade do micro-ondas que você irá adquirir considere também os tipos de pratos que irá fazer com mais frequência.

4. Consumo

Antes de eleger um eletrodoméstico para comprar, você deve observar seu consumo de energia, que é certificado pelo Procel ou pelo Inmetro.

O ideal é que o selo indique o A, que categoriza os produtos com o máximo de eficiência energética, que são muito mais sustentáveis e garantem um consumo menor de energia, o que significa maior economia na conta de luz e menos danos ao meio ambiente.

5. Facilidade de limpeza

A ideia do aparelho micro-ondas é trazer mais praticidade e facilidade ao seu dia a dia.

Então, nada melhor do que escolher um modelo que propicie também facilidade na limpeza de seu interior, que pode facilmente acumular muitos resíduos de alimentos e ficar com odores desagradáveis, principalmente após o preparo de alimentos como pipoca ou peixe.

Já sobre a limpeza do exterior do aparelho, vale lembrar: os modelos brancos, que são os mais comuns, podem facilmente ficar amarelados com o uso. Por isso, precisam de cuidado redobrado com a limpeza. Pense nisso na hora da escolha!

6. Design

Além de funcionalidade, todo mundo gosta de um produto que traga mais beleza ao seu ambiente, não é mesmo?

Considerando esse aspecto, os modelos em aço escovado e os de inox podem valorizar qualquer espaço. Os modelos espelhados também fazem sucesso, por seu design mais elegante e sofisticado.

Contudo, seja qual for o modelo escolhido, o ideal é que combine com o restante da decoração da sua cozinha.

7. Tamanho

Se você tem pouco espaço disponível na cozinha, vale a pena buscar um produto mais compacto, que ocupe menos espaço, mas que mantenha as funcionalidades.

Como atualmente as casas e apartamentos apresentam espaços cada vez mais reduzidos, muitos fabricantes já consideram essa questão.

Portanto, há diversas opções no mercado que atendem a essa necessidade.

Modelos diferentes de micro-ondas

Os modelos de micro-ondas podem variar bastante em função de sua capacidade, tamanho, variedade de funções, design e material em que é revestido.

Na hora de escolher, os principais aspectos a serem levados em conta é a quantidade de pessoas que irá utilizá-lo (se você mora sozinho ou em casal, ou se moram muitas pessoas na sua casa).

Pense no espaço que você tem disponível para acomodar o aparelho, e também qual o uso que você irá fazer do equipamento, ou seja, quais os tipos de pratos e alimentos que irá preparar no aparelho. 

Guia Seletos: faça a escolha certa para você

Você ainda está na dúvida e não sabe qual modelo escolher?

Para ajudar você, nós fizemos uma lista com os melhores modelos do mercado.

Confira o Guia dos melhores micro-ondas

Perguntas frequentes

Apesar de cada consumidor ter suas próprias dúvidas, de acordo com suas necessidades e objetivos, algumas questões se repetem quando o assunto é micro-ondas. Por isso, separamos as perguntas mais frequentes para te ajudar a sanar suas possíveis dúvidas. Veja.

Qual a diferença entre micro-ondas e forno elétrico?

A principal diferença é a preparação dos alimentos. O preparo de alguns pratos pode se beneficiar do forno elétrico, pois o aparelho mantém o mesmo sabor e a consistência dos alimentos.

Já o forno micro-ondas é, sobretudo, para quem deseja mais praticidade e comodidade no dia a dia na cozinha. Um importante ponto a favor dos micro-ondas é que o consumo de energia é muito menor em relação aos fornos elétricos.

Quais materiais não podem ser levados ao micro-ondas?

Recipientes de vidro e louça podem ser levados ao micro-ondas sem nenhum problema. O cuidado deve ser com o alumínio e o plástico.

O alumínio, assim como qualquer outro metal, não deve ser levado ao micro-ondas, já que pode danificar o aparelho e até mesmo causar uma pequena explosão.

Se você vai usar plástico, certifique-se que é livre de Bisfenol-A (também conhecido como BPA), substância que, quando aquecida, pode passar ao alimento e causar efeitos nocivos à saúde. 

Pode-se aquecer água no micro-ondas?

Sim, mas deve-se ter cuidado: qualquer líquido pode atingir temperaturas superiores à da ebulição no micro-ondas, o que pode causar explosões e sérias queimaduras.

Devo colocar tampa sobre os alimentos antes de aquecê-los no micro-ondas?

O ideal é colocar uma tampa com furos (para evitar muita pressão no interior do recipiente) sobre qualquer alimento que for preparado no micro-ondas. Tanto para preservar as características do alimento quanto para evitar que vazem respingos no interior do forno.

Existem no mercado tampas próprias para preparar alimentos no forno micro-ondas, procure em lojas de utilidades domésticas. Hoje em dia é super fácil encontrar esse tipo de item! 

A radiação emitida faz mal à saúde?

É mito que os alimentos pelo simples fato de serem aquecidos ou preparados no micro-ondas sejam nocivos à saúde.

A radiação transmitida pelo forno micro-ondas fica restrita ao próprio aparelho, não passando ao alimento. 

Colocar os alimentos no micro-ondas faz com que percam nutrientes?

A perda de nutrientes dos alimentos preparados ou aquecidos no micro-ondas é semelhante à perda que ocorre quando o alimento é submetido a qualquer outra fonte de calor. Ou seja, esse é mais um mito acerca do aparelho!

Como evitar que a refeição fique em diferentes temperaturas?

Para evitar que os pratos fiquem parte frios e parte aquecidos, além de ajustar a potência e o tempo de aquecimento, deve-se esquentar a comida em pequenas porções, e de forma separada. Assim, toda a refeição fica aquecida de maneira uniforme.

O que achou desse artigo?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar esta postagem.

Steven Cohen

Steven Cohen é francês especializado em tecnologias e novidades digitais. Morando no Brasil, se especializou no mercados digitais, SEO e Blog, e é um dos idealizadores do projeto Seletos. Ótimo perfil analista e critico, traz todo seu conhecimento para Seletos.

Você tem alguma dúvida? Sugestão? 

Deixe seu comentário para nossa equipe.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>
error: Alert:O conteúdo está protegido !!