You dont have javascript enabled! Please enable it!

Os 9 melhores celulares da Xiaomi


Por Fabiane Del Nero 

 Atualizado em 20 maio, 2022

Essa página contém link de afiliação com comissão de parceiros.

 

A Xiaomi é o terceiro maior fornecedor de smartphones do mundo. Ela tem uma variedade de telefones de alta qualidade, e também mais acessíveis, com ótima relação custo-benefício.

Para ajudar nessa busca do melhor telefone da Xiaomi, selecionamos 9 modelos que abrangem uma ampla gama de aparelhos, até porque a própria Xiaomi fabrica muitos telefones diferentes, que podem caber na preferência e no bolso de cada um.

Os aparelhos selecionados são apresentados na tabela a seguir, com detalhes técnicos e características principais de cada um. Na sequência, o descritivo detalhado de cada um, com as principais características, prós e contras e o preço médio.

Veja também:

Comparativo dos melhores celulares da Xiaomi

Melhor celular da xiaomi

ideal para jogos

Top de vendas

até 1000 reais

até 2000 reais

Celular com uma tela incrível

Telefone econômico com 5G

Alta performance e velocidade

Celular básico com som estéreo

Tela de 6.43" (1080x2400px)
4GB RAM
128 GB, expansível até 1TB
Sistema Android 11
Conexões 4G / 3G / 2G
Bateria de 5000mAh
Wi-Fi (2.4GHz+5GHz)
Peso 179g

Tela de 6,67" FHD+ LCD (1080 x 2400px)
6 GB de RAM
128 GB, expansível até 256GB
Sistema Android 11
Conexões 4G / 3G / 2G
Bateria de 5160mAh
215g

Tela de 6.67"
6GB de RAM
128GB (ou 64GB), expansível até 512 GB
Android 10 MIUI 11
4G / 3G / 2G
Bateria de 5020mAh
Peso 209g

Tela de 6,53" HD+ (1600×720px)
2 GB de RAM
32 GB, expansível até 512GB
Sistema Android 10
Conexões 4G / 3G / 2G
Bateria de 5000mAh
Peso 194 g

Tela de 6,43" AMOLED (2400x1080px)
6 GB de RAM
128 GB, expansível até 512GB
Sistema Android 11
Conexões 4G / 3G / 2G
Bateria de 5000mAh
Peso 178 g

Tela de 6.67"

FHD+ (1080 x 2400 px)
6 GB de RAM
128GBGB
 Android 11 MIUI 12
5G / 4G / 3G / 2G
Bateria de 4520mAh
Peso 196 g

Tela de 6.6"
FHD+ (2400 x 1080px)
4GB (ou 6GB) de RAM
64GB (ou 128GB), expansível até 1TB
Android 11 MIUI 12.5
5G / 4G / 3G / 2G
Bateria de 5000mAh
Peso 195 g

Tela de 6.55"
FHD+ (2400 x 1080px)
6GB de RAM
128GB
Android 11 MIUI 12.5
5G / 4G / 3G / 2G
Bateria de 4.250mAh
Peso 159g

Tela de 6.5"
(1080 x 2400 pixels)
4GB (ou 6GB) de RAM
64GB (ou 128GB), expansível até 512GB
Android 11 MIUI 12.5
4G / 3G / 2G
Bateria de 6000mAh
Peso 192g

Melhor celular da Xiaomi

Redmi Note 11

Preço médio

  • R$ 1.350,00
  • o aparelho

  • Ficha técnica

  • Prós & Contras

A Xiaomi lançou nos últimos anos smartphones acessíveis, o Redmi e o Poco, fornecendo combinações de componentes de alta qualidade por um preço baixo. Assim, não é de se estranhar que tenhamos mais um aparelho da Xiaomi fazendo parte de nossa lista, sendo referência em número de vendas, sobretudo na internet.

A série Redmi Note 10 impressionou com seu design simples e elegante, e não é diferente com o Redmi Note 11, que segue a mesma linha. Este é um aparelho leve e bem construído que cabe na mão, com materiais foscos, com efeito metálico convincente e, na parte traseira, um plástico de toque suave. O Redmi Note 11 tem uma combinação interessante de elementos de design quadrados e arredondados, observado, por exemplo, na câmera traseira.

Com uma tela de 6,43 polegadas, trata-se de uma tela AMOLED vibrante, com resolução de 1080 x 2400 pixels, brilho máximo de 1000 nits e taxa de atualização de 90Hz. Oferecendo uma melhor taxa de atualização em relação ao seu antecessor o Redmi Note 10, o que garante um excelente qualidade para navegar na web até assistir a filmes online.

O Redmi Note vem com chip moderno, o Snapdragon 680 4G da Qualcomm, além de contar com 4GB de RAM, características que garantem um desempenho sólido para este produto, nesta faixa de preço. Em termos de armazenamento, você obtém 64 ou 128 GB, além de um slot microSDXC para fins de expansão.

Essas especificações são suficientes para usar o celular sem grandes problemas, falhas ou atrasos. Capaz de rodar todos os aplicativos e jogos que tentamos sem travar. O Xiaomi Redmi Note 11 inicializa o Android 11 com a versão MIUI 13 mais atual.

Quanto às camadas fotográficas, é equipado com um sistema de câmera quádrupla (grande angular de 50 MP, ultra grande angular de 8 MP, macro de 2 MP e profundidade de 2 MP). Apesar de fazer fotos boas, o único porém é o limite de captura de vídeo de 1080p. Não quer dizer que seja ruim, mas será necessária uma boa iluminação, para obter um resultado melhor. Já as fotos noturnas, provavelmente não terão o resultado esperado. Na frente, existe uma única lente grande de 13 MP que é boa o suficiente para fotos simples de selfie e chamadas de vídeo.

Com uma bateria com capacidade de 5.000 mAh instalada no interior, é possível passar mais de um dia sem precisar recarregar o telefone. O Redmi Note 11 tem uma ótima duração da bateria e vem com um dos carregadores de 33W, sendo possível carregar metade da bateria em 30 minutos.

O Xiaomi Redmi 11 oferece uma combinação atraente, pois são poucos os modelos que oferecem uma tela AMOLED de 90Hz por esse preço.

ideal para jogos

Poco X3 PRO

Preço médio

  • R$ 1.950,00
  • o aparelho

  • Ficha técnica

  • Prós & Contras

O Xiaomi Poco X3 Pro é o melhor telefone para jogos que você pode obter pelo valor.

O Poco X3 Pro tem um design que você provavelmente já viu inúmeras vezes antes, e apesar de ser grande, não chega a ser tão pesado. Ele possui um scanner de impressão digital na lateral, em vez de na tela, que funciona muito bem. Os alto-falantes estéreo tem bom volume de saída, com boa qualidade geral do som.

Xiaomi Poco X3 Pro por ser um telefone bastante grande, possui uma tela LCD de 6,67 polegadas, com resolução de 1080 x 2400 e taxa de atualização de 120Hz. Sendo um LCD significa que ele vem com as desvantagens dessa tecnologia em comparação com os OLEDs, ou seja, menos pretos e algum sangramento de luz de fundo. Mas, ainda assim, tem uma imagem nítida, com cores vibrantes e, por conta do tamanho grande, é possível ter ótima experiência para jogos e vídeos.

Com processador Snapdragon e 6GB de memória RAM e capacidade de armazenagem de 128 GB ou 256 GB, este Xiaomi está muito à frente da concorrência em termos de desempenho e velocidade. Na prática, sua experiência de uso deve ser muito boa, com fluidez no uso e sem travamentos.

O X3 Pro se parece muito com o Poco X3 NFC, porém a grande vantagem deste modelo é ter um processador muito melhor. Com bom desempenho e potência impressionante. Ele executa o MIUI 12.5 no Android 11, já que o MIUI tem sua própria linguagem de design, mais consistente e coesa em toda a interface do usuário, configurações e aplicativos integrados da Xiaomi.

O ponto a desejar é a qualidade da câmera que foi prejudicada. Com uma câmera principal de 48MP, uma ultra grande angular básica de 8MP e duas câmeras macro e de profundidade de 2MP. Em plena luz do dia, faz imagens boas com cores precisas, já à noite, faz fotos ok, com exposição boa e as cores são preservadas. Se você está procurando um telefone na faixa de preço, e na qualidade da imagem da câmera, que é a sua maior prioridade, o Redmi Note 10S parece ser a melhor opção.

Com uma bateria de 5160mAh, o Poco X3 Pro, tem boa durabilidade mesmo com um processador muito mais potente. Para pessoas que fazem uso moderado, ele pode durar dois dias inteiros. Claro que se você for jogar, a bateria irá consumir muitos mais rapidamente. Quanto à velocidade de carregamento também é boa o suficiente, podendo completar a carga em 1 hora.

Top de vendas

Redmi Note 9 Pro

Preço médio

  • R$ 1.790,00
  • o aparelho

  • Ficha técnica

  • Prós & Contras

O destaque para esse aparelho da Xiaomi, o Redmi Note 9 Pro, é que ele oferece grande duração de bateria, uma tela FHD + grande e uma câmera ótima. Claro que nem tudo é perfeito, mas são pontos importantes para que seja um campeão de vendas.

Embora não tenha o design mais bonito, e o corpo seja feito todo em plástico e ainda tenha medidas robustas (tamanho e peso), ainda assim o Redmi Note 9 é fácil de manusear. Na parte de trás o que chama atenção é o módulo compacto das câmeras traseira na parte central, com os quatro sensores organizados de forma retangular e o flash logo abaixo. Neste celular, o leitor de impressão digital está no botão liga / desliga na lateral.

A tela com painel LCD IPS de 6,67 " é protegida por uma peça plana de Gorilla Glass 5. A resolução é 2.400 x 1.080 pixels, com densidade de 395 ppi e proporção maior de 20:9. A vantagem de ter uma tela mais alta é poder ter mais espaço para o recorte da câmera frontal, que fica na parte superior central. Durante o uso, a resolução Full HD+ oferece cores vibrantes, ótimos contrastes e uma iluminação uniforme, com alta precisão de cores, apesar de limitar a taxa de atualização a 60Hz.

O Redmi Note 9 Pro roda o Android 10 com a própria interface de usuário MIUI 11 da Xiaomi, que inclui aplicativos já instalados como Facebook, Netflix e AliExpress. Ele roda no chipset Snapdragon 720G, e GPU Adreno 618 para tarefas gráficas. Ou seja, são configurações que resultam em um desempenho mais do que satisfatório para o dia-a-dia. Para aqueles que gostam de jogos, também é possível rodar jogos pesados como PUBG Mobile.

O Redmi Note 9 Pro é equipado com 6GB de RAM independentemente da capacidade de armazenamento interno, existente nas versões de 64GB ou 128GB. Vale dizer que o armazenamento interno pode ser expandido através de um cartão microSD com capacidade de até 512 GB.

O Redmi Note 9 Pro tem um sistema de câmera quádrupla com resolução de 64 MP, capaz de tirar fotos decentes e nítidas, com padrão excelente para a categoria. Um dos benefícios de ter um sensor grande e alta resolução é ser possível trabalhar, sem problemas, um recorte ou zoom digital. A qualidade da imagem sob pouca luz também é aceitável, com detalhes suficientes e boa saturação da cor. O Modo Noturno é um pouco falho, e tem resultados com granulados e ruídos.

No geral, o Redmi Note 9 Pro tira fotos boas, isso inclui a câmera selfie, que faz um bom trabalho ao capturar selfies da câmera frontal de 16MP. A câmera frontal grava vídeos em até Full HD e 30fps, qualidade de imagem semelhante à da câmera principal.

O Note 9 Pro possui uma bateria de 5.020mAh que é mais que suficiente para um longo dia de uso pesado. Usuários mais leves terão sua duração aumentada. Na caixa acompanha um carregador de 33, que pode recarregar completamente o aparelho em duas horas.

O Redmi Note 9 Pro é um ótimo smartphone. Ele tem muito a oferecer por um preço bem baixo e não decepcionará seus usuários. 

Smartphone até mil reais

Redmi 9A

Preço médio

  • R$ 900,00
  • o aparelho

  • Ficha técnica

  • Prós & Contras

Xiaomi é uma marca que entrou no mercado há alguns anos, e já tomou conta de boa parte do mercado. No caso do Redmi 9A trata-se de um smartphone básico que irá atender aos usuários que procuram um modelo funcional para tarefas padrão. 

No uso de funções padrões, ele tem um bom desempenho. Ele foi projetado para atrair as pessoas que buscam um celular com recursos que agradam. Ponto positivo é a sua tela grande, além de uma boa bateria, fone de ouvido e câmeras corretas.

Redmi 9A é um telefone leve, com apenas 194 g, apesar do tamanho, tem boa distribuição de peso e agradável ergonomia. A tela é HD + de 6,5″ com resolução de 720 x 1600 pixels, proporcionando uma densidade de 269 ppi.

Este smartphone conta com um processador octa-core MediaTek Helio G25 com 2 GB de RAM, já sua capacidade de armazenamento é de 32 GB, sendo possível, e necessário, expandir através de um cartão micro SD. Utilizando sistema Android, com recursos do Google incluídos, como Bem-estar digital, Modo escuro e Google Assistant.

A câmera traseira é de 13MP e conta com um flash LED, já a câmera de selfie frontal é de 5MP, ambas capazes de gravar vídeos em 1080p@30fps.

Este telefone atende facilmente o uso para chamadas, mensagens de texto, e-mail, navegação e YouTube, sem lentidão significativa durante o uso.

Quanto à bateria, é de 5000 mAh, e poderá durar facilmente o dia inteiro, mesmo com uso pesado. Para um usuário médio, pode durar tranquilamente 2 dias.

celular até 2000 reais

Redmi Note 10S

Preço médio

  • R$ 1.500,00
  • o aparelho

  • Ficha técnica

  • Prós & Contras

Um telefone que nos surpreendeu foi o Redmi Note 10S da Xiaomi. Trata-se de um telefone da Xiaomi de 2021, que vem cada vez mais ganhando espaço no mercado brasileiro. A maior parte desse sucesso está na base de sua linha Redmi de smartphones acessíveis, que geralmente fornecem especificações de hardware impressionantes.

Esse modelo da Xiaomi tem um design padrão, uma moldura de plástico e um painel traseiro de plástico com cor gradiente azul escuro. No geral, é um produto sólido, com boa qualidade de construção, além disso tem um scanner de impressão digital na tecla liga / desliga na lateral do telefone.

Sua tela é AMOLED de 6,4 polegadas, com resolução de 2400 x 1080 pixels, sendo brilhante e com cores precisas. Também tem resistência contra arranhões e respingos d’água.

A parte traseira do telefone tem um conjunto de câmeras discreto, que em boas condições de iluminação, pode tirar fotos bem equilibradas com boas cores. Já fotografias com pouca luz, não são o ponto mais forte dos 10S, pois as imagens, mesmo usando o modo noturno, ficam granuladas.

Sua interface é do Android 11, e conta com algumas personalizações da própria marca. Redmi Note 10S oferece um desempenho forte pelo valor, mesmo o processador não sendo o mais novo, ainda assim poderoso o suficiente para uso diário e também para jogos casuais.

Na prática, o Redmi Note 10S oferece bom desempenho para tarefas do dia a dia e pode executar vários aplicativos de uma só vez com facilidade. A capacidade de armazenamento é de 128 GB, e pode ser expandida até 512GB com um cartão microSD.

A duração da bateria é um ponto forte real, com uma bateria de 5.000mAh, ele pode chegar até 3 dias com uso moderado.

Se quiser saber mais detalhes sobre esse modelo, vale a pena ver o nosso teste completo.

Celular com uma tela incrível

Poco F3

Preço médio

  • R$ 1.900,00
  • o aparelho

  • Ficha técnica

  • Prós & Contras

A marca Poco da Xiaomi continua a lançar smartphones acessíveis que parecem estar bem acima da categoria, e isso não é diferente com o Poco F3, lançado em 2021.

O design do Poco F3 é essencialmente um Redmi K40, quase idêntico ao Xiaomi Mi 11i. Apesar de seu preço menor, o telefone possui uma estrutura de metal robusta, e conta com um Gorilla Glass 5 na parte traseira e frontal, o que faz com que o telefone pareça premium.

Na frente, ele tem uma tela inteira, com impressionante AMOLED de 6,65 polegadas, outra grande atualização em relação ao X3 Pro, com resolução Full HD (1080 x 2400px). No geral, as cores são ricas e vibrantes, além de ter um excelente nível de detalhe.

Outro ponto positivo é que ele suporta taxas de atualização de até 120Hz, proporcionando uma experiência mais fluida ao usuário. Por conta de sua tela excelente, o Xiaomi Poco F3 se torna uma opção adequada para jogadores de games ou quem gosta de assistir a vídeo, com um orçamento médio.

Quanto ao desempenho do telefone, realmente se destaca, pois é alimentado pelo processador Snapdragon 870 da Qualcomm, extremamente rápido, combinado com uma GPU Adreno 650 e 6GB ou 8GB de RAM, dependendo da versão escolhida. Ou seja, ele pode lidar facilmente com navegação na web, redes sociais e algumas multitarefas, além de jogos como Call of Duty: Mobile e Asphalt 9.

O Poco F3 tem boa capacidade de armazenamento, com opção de 128 GB ou 256 GB, embora não haja espaço para expansão. Por isso é importante escolher, na hora da compra, aquele que irá atender a sua demanda.

O F3 executa o sistema MIUI 12 da Xiaomi no Android 11, porém é possível fazer a atualização para o Android 12 O MIUI 12, bastante rápido, fluido e fácil de usar. O MIUI já foi muito criticado, mas se tornou muito mais intuitivo nos últimos anos.

Leve também em consideração que, além do nível de desempenho impressionante da tela fluida e dos alto-falantes estéreo, esse modelo já vem com a conectividade 5G como padrão.

Com uma câmera principal de 48MP e ultrawide de 8MP, esse smartphone é capaz de tirar fotos de boa qualidade, especialmente de paisagem, com excelente alcance e cores vivas. Talvez a lente macro seja o ponto fraco. Já o modo noturno faz um bom trabalho, criando cenas aceitáveis. Em contrapartida, a câmera selfie de 20MP é muito boa e captura fotos nítidas com equilíbrio decente em boa iluminação.

Sem deixar de lado a bateria desse aparelho, com capacidade de 5.160mAh, que pode durar um dia inteiro de uso moderado. Outro ponto muito bom é que o fabricante fornece na caixa um carregador de 33 W, que pode completar 72% da bateria, em apenas 30 minutos.

Considerando tudo o que você está obtendo com o Poco F3, devido ao seu preço extremamente competitivo, ao bom design e ao conjunto de câmeras, fazem dele uma excelente experiência de smartphone, além da ótima tela. 

Telefone econômico com 5G

Poco M4 Pro 5G

Preço médio

  • R$ 1.530,00
  • o aparelho

  • Ficha técnica

  • Prós & Contras

O Poco M4 Pro 5G é um aparelho econômico da Xiaomi, e o custo, para muitas pessoas, é um ponto principal a ser considerado na hora de escolher um smartphone que ofereça o 5G.

Como na maioria dos smartphones da Xiaomi, podemos acreditar que este é mais um aparelho com design semelhante aos demais. No caso do Poco M4 Pro 5G seu design oferece mais extravagância, sobretudo na parte traseira brilhante em dois tons e uma câmera superdimensionada em destaque. Além disso, o fabricante escolhe cores vibrantes e bonitas, como azul e amarelo, além do tradicional preto. Apesar de ser feito todo de plástico, é bem feito e bastante confortável na mão.

Quanto a sua tela LCD IPS, tem 6,6 polegadas e resolução de 1080 x 2400 pixels, assim como uma taxa de atualização de 90Hz. Algo bastante interessante, pois, atualmente, mesmo aparelhos de menor custo, oferecem boa experiência para o usuário com movimentos agradáveis e fluidos da imagem. Neste caso, as cores são um pouco menos vibrantes e fortes - se comparada  à tela de AMOLED - , mas a tela parece ser comparável a do Redmi Note 11.

O chipset MediaTek Dimensity 810 instalado no Poco M4 Pro 5G não oferece muita atualização de desempenho, mas será capaz de executar tarefas no Android, até mesmo rodar jogos mais pesados. É importante notar que junto ao processador, existem 4GB de RAM e 64GB de armazenamento, ou ainda uma versão com 6GB de RAM e 128 GB de armazenamento. Caso seja necessário, é possível adicionar um cartão microSD e expandir o espaço em até 1 TB.

A interface roda o MIUI 12.5 no Android, personalizando a aparência do sistema, não sendo esse um dos seus pontos fortes. Há quem prefira uma versão mais sóbria do Android, mas mesmo assim, o MIUI 12.5 é simples o suficiente para usar. E, como o nome sugere, o Poco M4 Pro 5G oferece conectividade de rede de última geração cortada, o 5G.

A câmera traseira de lente dupla, com 50 MP + 8 MP, não chega a ser a melhor da categoria, porém ainda assim pode-se obter boas fotos, desde que se tenha boa iluminação. Será possível ter uma boa reprodução de cores e contraste, bem como brilho bem equilibrado. Já em cenas noturnas, a imagem perde em qualidade e granulados, embora o modo noturno integrado ajude.

O último ponto deste aparelho é a sua bateria, de 5.000mAh, que pode durar facilmente um dia de uso, se não estiver constantemente assistindo a vídeos, jogando ou usando o GPS. Esta é uma das vantagens de um telefone econômico, pois uma tela menos exigente e processador relativamente eficiente, ele não consome tanta energia. Neste modelo não há carregamento sem fio aqui, mas a velocidade de carregamento com fio é de 33W. Ou seja, é possível recarregar totalmente o aparelho em aproximadamente uma hora.

Boa performance e velocidade

Mi 11 Lite 5G

Preço médio

  • R$ 1.900,00
  • o aparelho

  • Ficha técnica

  • Prós & Contras

A Xiaomi pode nos confundir com o grande número de smartphones lançados, com um preço médio. No caso do Xiaomi Mi 11 Lite 5G, pode representar um pequeno aumento no preço, entretanto, pode ser considerado um dos mais elegantes e eficientes do segmento.

O design e medidas do Mi 11 Lite 5G mostram como a tecnologia 5G progrediu nos últimos anos. Com medidas mais finas e mais leves, ele tem um design elegante e compacto. Com apenas 6,8 mm de espessura e pesando apenas 159g, cabe tranquilamente no bolso da calça. O vidro traseiro fosco acetinado tem uma aparência agradável, com logotipo sutil e módulo de câmera compacto.

Na frente, sua tela AMOLED de 6,55" com cantos arredondados, preenchendo quase toda a parte frontal. Com uma resolução de 1080 x 2400 pixels e taxa de atualização de 90Hz, sendo tecnicamente menos fluido que o Xiaomi Mi 10T Lite ou mesmo o Poco X3 NFC. Mas ainda assim oferece bom contraste, cor, ângulos de visão e brilho, o que deve ser suficiente para a maioria dos usuários. Também é possível notar a mudança da câmera de selfie para o canto superior esquerdo.

O Xiaomi Mi 11 Lite 5G usa um processador Snapdragon 780G, chip consideravelmente forte que oferece ótimo desempenho e conectividade 5G a um preço muito mais competitivo. Ele perde, em termos de desempenho, quando comparado ao Poco F3, que tem Snapdragon 870 superior (e um display de 120Hz). Trabalhando com 6 ou 8GB de RAM ele oferece uma experiência rápida e fluida. Este celular lida bem com multitarefas bem como tem boa resposta para jogos exigentes como Call of Duty: Mobile ou PUBG Mobile.

O Mi 11 Lite 5G inicializa o Android 11 com MIUI 12.0.2.0 pronto para uso, embora ainda não seja a interface para Android personalizada, tem um bom desempenho no geral. O Mi 11 Lite 5G conta com uma configuração de alto-falante estéreo, fornece um som mais robusto e claro.

Também existe a versão Mi 11 Lite 5G NE, que além de mais cores na parte traseira, pesa 1 grama a mais. No geral, as configurações são basicamente as mesmas, tendo uma tela um pouco mais brilhante compatível com Dolby Vision, porém com uma versão mais antiga do Gorilla Glass.

O Xiaomi Mi 11 Lite 5G possui uma configuração de câmera tripla na parte traseira, com uma câmera principal de 64MP. A qualidade da imagem é agradável em muitos aspectos, com cores, exposição e contraste que respeitam a cena real. No geral, o sensor principal de 64MP tira boas fotos à luz do dia, porém o ultra-wide de 8MP não é tão bom, com resultado fotográfico mais escuro e nitidamente sem detalhes.

Pode-se dizer que a câmera do Lite 5G não foi projetada para cenas noturnas de longa exposição, com ambientes de pouca luz. Quanto à câmera selfie de 20MP, tem boa quantidade de detalhes, e boa iluminação.

O Xiaomi Mi 11 Lite 5G, por ser um telefone tão fino, vem com uma bateria de 4.250mAh. Ela é um pouco mais compacta do que outros modelos, sendo suficiente para durar um dia de uso leve, graças a sua tela em AMOLED de 90Hz é um componente muito mais econômico. Quanto ao carregamento é de 33W e a bateria do Mi 11 Lite 5G pode atingir 57% da bateria em 30 minutos.

Se você busca um telefone compacto, acessível e bonito, o Xiaomi Mi 11 Lite 5G é uma boa opção. É um dispositivo bem equilibrado, com bom desempenho.

Celular básico com som estéreo

Redmi 10 Prime

Preço médio

  • R$ 1.350,00
  • o aparelho

  • Ficha técnica

  • Prós & Contras

Os telefones Redmi geralmente têm um bom valor, com um conjunto equilibrado de recursos e o Redmi 10 Prime é um deles. Ele traz muitos elementos de design da mesma série.

O corpo do celular é em policarbonato, com acabamento brilhante e com um gradiente de cores bonitas. No geral, o celular tem peso equilibrado, e a curva nas bordas fornece uma aderência firme. Além disso, possui um leitor de impressão digital no botão na lateral liga / desliga no lado direito.

Esse celular possui uma grande tela de 6,5 polegadas do tipo LCD IPS, com taxa de atualização de 90Hz, com molduras visíveis ao redor e na parte superior da tela, a câmera selfie bem no centro. Este , considerado por muitos, um furo um pouco grande que pode incomodar a visualização da tela. Mas vale dizer que pelo preço é possível ter uma tela com resolução FHD +, uma taxa de atualização adaptável, cujas cores e níveis de brilho são decentes.

O Redmi 10 Prime vem equipado com o MediaTek Helio G88 SoC, combinado com 4 GB ou 6 GB de RAM, dependendo da versão, e com 64 GB e 128 GB de armazenamento. Ele funciona bem na execução de aplicativos no uso diário, e consegue configurações gráficas para muitos jogos. Claro, a experiência de jogos pesados não é perfeita, como por exemplo no Poco X3 PRO.

Quanto ao sistema, Android 11 MIUI 12.5, essa versão personalizada recebe críticas pois não está bem otimizada. A interface do usuário no Redmi 10 Prime é fácil de usar, e a rolagem pelos menus parecia suave. Vale dizer que vários aplicativos já vêm pré-instalados, como Amazon, Facebook, Prime Video, LinkedIn e Netflix.

Um ponto positivo do Redmi 10 Prime são seus alto-falantes estéreo, que reproduzem som alto e tornam a visualização de vídeos e jogos um pouco mais envolventes.

Com um total de quatro câmeras na parte de trás do telefone, a câmera principal é de 50 MP, capaz de tirar fotos razoavelmente boas, à luz do dia. Cabe dizer que há uma leve distorção no tom e a falta de detalhes mais finos. O modo noturno incluído faz um bom trabalho ao iluminar uma cena escura, mas ainda assim as imagens contam com ruídos e granulados.

Na frente, conta com uma câmera selfie de 8MP, de qualidade mediana, com resultados aceitáveis à luz do dia, porém, ficando abaixo da média, com pouca luz. Já os retratos com desfoque de fundo, tem boa detecção da borda e tem boa imagem à luz do dia.

A Xiaomi inclui o Redmi 10 Prime com um carregador USB-C de 22,5 W, uma capinha básica transparente.

A longa duração da bateria do aparelho impressiona, dificilmente você irá encontrar um telefone a esse preço com 6.000mAh. Com uso moderado, pode durar até dois dias, já aqueles que fazem uso mais pesado conseguem chegar ao final do dia. O Redmi 10 Prime suporta o carregamento rápido de 18W, e, por conta da grande bateria, leva cerca de 2 horas e meia para completar a carga.

O Redmi 10 Prime tem todas as especificações que você pode esperar de um dispositivo Redmi econômico, como uma bateria e tela grandes, desempenho decente e boa qualidade de áudio.